Espaço de interacção e de registo dos percursos efectuados na UC de avaliação de produtos multimédia educativos no ano lectivo de 2009/2010.
pesquisar neste blog
posts recentes

Síntese da sessão do dia 18 de Setembro

Análise Reflexiva - Grupo 1

Avaliação de Recursos Educativos Digitais para Quadros Interactivos - Grupo 1

1º Ensaio (individual) na Avaliação de Recursos para Quadros Interactivos

Avaliação de Recursos Educativos Digitais para Quadros Interactivos - grupo 2

Mapa Conceptual actualizado

Síntese da sessão do dia 7 de Julho

Síntese da sessão do dia 25 de Junho

Síntese da sessão do dia 18 de Junho

Grelha para avaliação de recursos para QI

arquivos

Setembro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

tags

todas as tags

participar

participe neste blog

Segunda-feira, 26 de Abril de 2010
Objectivo - o objecto a avaliar e as funções do estudo de avaliação

No artigo “Repensando Modelos de Avaliação de Software Educativo” Brandão refere que software didáctico, inclui programas de várias ordens: cursos de auto-instrução; programas que o professor pode usar em sala de aula como suporte às explicações de um certo argumento; unidades didácticas que incluem fases do trabalho no computador, com problemas predispostos; software aplicativos (data-base, word-processor, planilha electrónica, etc.) adequados a um uso educativo específico; programas demonstrativos, ou de cálculo, relativos a argumentos disciplinares.


Software didáctico é, assim, um produto com diversas finalidades pedagógicas, de modo a poder ser aplicado em estratégias diversas (tutorial, drill & practice, simulação, help-in-line, inquiry, jogos) e podendo ser realizado com recursos informáticos mais ou menos sofisticados, inclusive, com princípios de inteligência artificial.


“É necessário portanto, encontrar no software didático características que assegurem uma maior probabilidade de sucesso no âmbito educacional, a partir da análise dos seguintes elementos: a interface, o conteúdo, o grau de interatividade, a estratégia utilizada, a motivação, o controle por parte do usuário e a mídia utilizada.”


Brandão, refere ainda que para avaliar software didáctico, segundo Edmilson Jorge Ramos, podemos em  primeiro lugar procurar a resposta às seguintes questões:



Segundo Giraffa (1999) software educacional é todo o programa que utiliza uma metodologia que o contextualize no processo ensino e aprendizagem (Batista, Barcelos, Rapkiewicz e Hora 2004).


 


 


Referências:


 


BRANDÃO, E. J. R. Repensando Modelos de Avaliação de Software Educativo. In: http://www.minerva.uevora.pt/simposio/comunicacoes/artigo.html. Consultado em: 15 de Abril de 2010.


Batista, S., Barcelos, G., Rapkiewicz, C., Hora, H. (2004). Avaliar é Preciso: o caso de softwares educacionais para Matemática no Ensino Médio. In: http://inf.unisul.br/~ines/workcomp/cd/pdfs/2378.pdf. Consultado em: 15 de Abril de 2010.


tags:

publicado por catarinaoliveira às 00:06

mais sobre os autores deste blog ...
Setembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


links
subscrever feeds

RSSPosts

RSSComentários

RSSComentários do post